BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS »

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Frágil como um vidro

É até cômico pensar na vida, num instante estamos vivos e no outro não sabemos se estaremos, assim num estalar de dedos a vida pode se acabar.
Quão agoniante deve ser a incerteza de que aquele é o último suspiro?
Demoramos nove meses para nos formamos e menos de segundos para se acabar, claro que em alguns casos há fatores antecedentes que desencadeiam a morte.
Hoje quebrei uma placa de vidro, assim, de uma hora para outra. Estava segurando ela com força, mas ela acabou escorregando da minha mão, do mesmo modo é a vida. Frágil como um vidro, que pode ser colado dependendo do tamanho dos cacos em que se quebrou. Pena que nem sempre é assim...

1 comentários:

srta_dee disse...

enquanto o vidro não quebra, o jeito é fazer valer a pena.